[ X ]

Ainda não está registado?

Registe-se no novo site do CPS e termine mais rapidamente as suas encomendas, aceda à sua Coleção e, se já é Sócio, utilize as suas quotas! 

Registo

Login

Esqueci-me da password

Galeria do CPS no Centro Cultural de Belém

Mestre Marçal com o artista Serrão de Faria no Atelier CPS

Presença do CPS na Estampa - Madrid (2003)

Exposição de Manolo Valdés no CPS

Gravuras de Le Corbusier no CPS - CCB

Dalí inaugurou a galeria do CPS no CCB

O artista Cruzeiro Seixas com António Prates, fundador do CPS

Apresentação

O CPS - Centro Português de Serigrafia é uma entidade de cariz cultural iniciada em 1985 por António Prates. No âmbito das suas atribuições, tem como missão facilitar o acesso a obras de arte de grande valor, editando, promovendo e divulgando a Obra Gráfica Original de artistas contemporâneos, portugueses e estrangeiros.

Pautado por critérios de qualidade, rigor e autenticidade, desenvolve edições de Serigrafia, Gravura, Litografia, Fotografia e Arte digital em ateliers próprios, dirigidas em especial aos seus Sócios que têm vantagens exclusivas e acesso privilegiado a um vasto leque de obras de arte.

Dos grandes mestres portugueses do século XX, aos jovens artistas emergentes, passando no plano internacional, por movimentos emblemáticos como o Surrealismo, a Pop Art, a Figuração Narrativa ou a mais atual Bio Arte, o CPS segue um modelo editorial eclético e formativo e dispõe de uma coleção ímpar de mais de 2.600 obras de cerca de 500 artistas portugueses e estrangeiros, sendo hoje reconhecido internacionalmente como um dos mais conceituados editores de obras de arte.

As participações sucessivas do CPS no certame “Estampa” em Madrid, desde 1993 - que teve o seu auge na edição de 2005 onde foi distinguido como a melhor galeria presente no evento - muito contribuíram para uma abertura ao contexto internacional, possibilitando novos diálogos, a edição de 111 artistas de 22 nacionalidades e a apresentação da obra gráfica de artistas fundamentais como Picasso, Dalí, Miró, Tàpies, Joseph Beuys, Le Corbusier ou Mimmo Rotella.

Representando hoje um selo de garantia de qualidade e autenticidade, fruto da sua experiência, o CPS orgulha-se de já ter contribuído para o enriquecimento das coleções de mais de 12.000 sócios.

Beneficie também de qualidade editorial, grande variedade estética e garantia de autenticidade e conheça a forma mais simples e inteligente de colecionar arte, tornando-se Sócio do CPS.