[ X ]

Ainda não está registado?

Registe-se no novo site do CPS e termine mais rapidamente as suas encomendas, aceda à sua Coleção e, se já é Sócio, utilize as suas quotas! 

Registo

Login

Esqueci-me da password

A Palavra Iluminada: 30 anos de livros e álbuns de arte do Centro Português de Serigrafia

Com o título A Palavra Iluminada inaugura na Biblioteca Municipal António Botto de Abrantes, a 18 de Setembro, pelas 18h, uma exposição dedicada aos 30 anos de edições do Centro Português de Serigrafia de livros de artista e Álbuns.

Esta exposição insere-se no contexto das comemorações dos 30 Anos do CPS iniciadas com a apresentação da grande mostra: A Realidade do Imaginário - comissariada por Maria João Fernandes e com direção artística de Alexandra Silvano - em seis Museus Nacionais e no Convento de Santa Clara-a-Velha

A atual exposição na Biblioteca António Botto apresenta um notável conjunto de edições que completam o elenco de milhares de obras, criações de centenas de artistas no Atelier CPS, orientados pelo Mestre gravador Humberto Marçal e pelo Serígrafo Rui Alves, museu vivo e itinerante, verdadeiro espelho da arte contemporânea.

O CPS soube ir ao encontro de uma importante tendência da criação do século XX prolongada na atualidade, o diálogo palavra/imagem, poesia/artes plásticas fundador das vanguardas do século XX e presente em movimentos tão emblemáticos como o Cubismo (1907), Dadá (1916) e o Surrealismo (1924). Uma coleção como A Arte e o Livro numa autêntica celebração da palavra iluminada reuniu a palavra e a imagem de consagrados artistas como Cruzeiro SeixasEurico Gonçalves ou Mário Cesariny, ou de poetas como António Ramos Rosa, promovendo ainda o diálogo entre poetas e artistas plásticos, caso das edições em parceria de Artur Bual e Hugo Beja, de Rico Sequeira e Roger Manderscheid, de Antonio Jimenez e Antonio Carvajal, de João Prates e Miguel Barbosa, de Manuela Justino António Ramos Rosa, de Madalena Fonseca e Mariana Alcoforado, de Domingos Mateus e Maria João Fernandes, de Xavier e Gonçalo Salvado, ou de Gracinda Candeias e Ana Zanatti, entre muitos outros.

O livro A Arte e o Vinho, título de outra coleção, deu origem à criação de rótulos de garrafas, para doze províncias portuguesas, acompanhados por serigrafias originais.

Neste contexto, edições especiais como a dos Lusíadas, profusamente ilustrada por Mestres da arte contemporânea, o Álbum Fado que inclui desenhos de Francisco Simões, o álbum de retratos de Fernando Lanhas ou a edição que juntou à poesia de Vasco Graça Moura as magníficas realizações para serigrafia de Mestre Cargaleiro, constituem uma verdadeira celebração do diálogo da palavra e da imagem que detém o segredo da criação.

Projetos coletivos de grande dimensão como ATA que reuniu 31 artistas portugueses e ingleses ou o Álbum de Desenhos de Arquitetura de Nuno Teotónio Pereira, levam mais longe a vocação de cultivar a beleza e os sortilégios da criação, conferindo-lhe a dimensão social e o alcance internacional destes projetos que podem agora ser apreciados e fruídos no seu conjunto.

 

Contactos:

Biblioteca Municipal António Botto

Convento de S. Domingos

2200-343 Abrantes

T. 241 330 100

E. biblioteca@cm-abrantes.pt 

W. www.bmab.cm-abrantes.pt