Valter Hugo Mãe, Alfredo Luz e Mário Vitória prestam tributo a Cruzeiro Seixas
15 de Dezembro de 2020

Valter Hugo Mãe, Alfredo Luz e Mário Vitória prestam tributo a Cruzeiro Seixas

Valter Hugo Mãe, Alfredo Luz e Mário Vitória, cada um a seu modo e em três serigrafias distintas, evocam o labirinto das imagens do Mestre surrealista e convidam-nos a visitá-lo.

 

Quando foram idealizadas e produzidas, o objetivo era celebrar o iminente centenário de Artur Cruzeiro Seixas, nascido em 1920 e recentemente desaparecido para grande pesar de todos nós e grande perda do panorama artístico nacional.
Elas adquirem hoje um significado diverso e não menos importante, o de uma homenagem ao fulgurante percurso de um artista que ele mesmo soube celebrar a arte.

 

Cada edição é composta por apenas 100 exemplares. Garanta já os seus!

 

Serigrafia de Valter Hugo Mãe
"Artur Cruzeiro Seixas é o Deus Horus. explica-me como ver o Amor"

 

 

Serigrafia de Alfredo Luz
"Falemos todos em chamas, afinal"

 

 

Serigrafia de Mário Vitória
"Olá Artur, sou eu, tu e nunca o mesmo fim de tarde"