[ X ]

Ainda não está registado?

Registe-se no novo site do CPS e termine mais rapidamente as suas encomendas, aceda à sua Coleção e, se já é Sócio, utilize as suas quotas! 

Registo

Login

Esqueci-me da password

R2 – Lizá Ramalho e Artur Rebelo

Portugal

Biografia

R2 é um atelier premiado, especializado em identidade gráfica, design editorial e ambiental, focado sobretudo em teatro, arte contemporânea e arquitetura. Criado por Lizá Defossez Ramalho (Troyes, França) e Artur Rebelo (Porto, Portugal), a empresa, sediada no Porto, garantiu o reconhecimento internacional através das suas peças expositivas e trabalhos de instalação, produzindo identidades visuais, design de cartazes, sistemas de localização, web design e projetos de movimento para instituições culturais, museus e outros clientes comerciais.

Fundado em 1995, o atelier usa seu profundo conhecimento em diferentes media, formatos e aplicativos. Seja um sistema de sinalização de museu ou a fachada de uma igreja do século XIX, ele funciona de acordo com uma visão singular ainda que multidimensional. Para além disto, o seu trabalho estende-se também ao ensino, pesquisa, publicação e intervenções públicas.

Os colaboradores institucionais dos R2 incluem a Trienal de Arquitectura de Lisboa, o Museu de Serralves, o Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, o Museu Berardo e a Fundação Gulbenkian. Também já trabalharam com a Phaidon e noutros projetos editoriais de design. R2 recebeu prémios na Bienal de Brno, Festival de Chaumont, Sociedade Internacional de Designers Tipográficos (Reino Unido), Sociedade de Design Gráfico Ambiental (EUA) e Trienal Internacional de Cartazes (Tayoma, Japão). Nos Prémios Europeus de Design de 2014 foi distinguido com o prémio de melhor Agência de Design Europeu.

Depois de terem sido os primeiros designers portugueses a aderirem à Alliance Graphique Internationale em 2007, organizaram o AGI Open e o Congresso AGI no Porto, em 2010. Algumas das peças do atelier fazem parte de importantes coleções internacionais tais como a do Museu de Artes Decorativas (Paris), do Museu do Património (Hong Kong) e Museu Gestaltung (Zurique).

Abordagem: A experimentação, a pesquisa e o constante diálogo são cruciais na abordagem ao design feito pelos R2, com soluções encontradas através de um pensamento crítico, rigoroso e senso de pluralidade. O processo é baseado numa metodologia orientada por conteúdo e conceito, sem restrições ao nível do espaço, material, meios ou dimensão. Ramalho e Rebelo usam as características de cada técnica, com profundo conhecimento e auto iniciação, como chave para a sua metodologia - seja em papel, tela ou até cimento. A forma está ligada ao conceito sem que nenhum deles seja negligenciado.

Embora seja profundamente influenciado pela arte contemporânea e arquitetura, a forma de pensar do atelier revela uma consciência pelo design histórico e vernacular. A tipografia é valorizada pela sua natureza estrutural e as formas transversais têm uma rigorosa preocupação nas questões do equilíbrio, simplicidade e contenção. Cada projeto é desenvolvido para ser singular.

Ler Mais Ler Menos