[ X ]

Ainda não está registado?

Registe-se no novo site do CPS e termine mais rapidamente as suas encomendas, aceda à sua Coleção e, se já é Sócio, utilize as suas quotas! 

Registo

Login

Esqueci-me da password

Gabriel Garcia

Tempus Locum

Disponível

Técnica: Serigrafia

Suporte: Papel Fabriano Tiep GF 290g

Dimensão da Mancha: 38x54,5 cm

Dimensão do Suporte: 50x70 cm

N.º de cores: 26

Data: 2018

Nº de Exemplares: 100

Ref: S35511

PVP: €300

Sócios: €200 ou 4M

PREÇO ESPECIAL DE LANÇAMENTO PARA SÓCIOS (Válido até 30-04-2018)

 

Preço posterior: 

PVP: 350€  /  Sócios: 250€ ou 5M

A Serigrafia Tempus Locum de Gabriel Garcia parte da fotografia captada por Louis Daguerre no Boulevard du Temple, em 1838, que regista o primeiro ser humano. Como o processo de captura da imagem teve um tempo de exposição de 7 minutos, a única pessoa registada na fotografia, numa das ruas mais movimentadas de Paris, à época, foi a que se manteve estática durante esse perído, o homem a quem engraxavam os sapatos, reproduzido no canto inferior esquerdo. Gabriel Garcia procurou dar à imagem um ambiente aguarelado, à semelhança do que se fazia à mão no século XIX. A intenção foi dar nova vida à história através da recriação da cor, recuperando memórias que estão a desaparecer e produzindo uma reflexão sobre a passagem do tempo.


Ver Reportagem da Agenda Cultural de Lisboa

Gabriel Garcia

Outras obras disponíveis de Gabriel Garcia

Nasceu na ilha do Pico, nos Açores, em 1977. Viveu na ilha de S. Miguel onde frequentou o Liceu Antero de Quental. Entre 1994 e 1995 frequentou o ateliê de expressão plástica - desenho e pintura - da Academia das Artes de Ponta Delgada, orientado pelo pintor Filipe Franco. Licenciou-se em Pintura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa onde desenvolveu conhecimentos na área da gravura. Além disso, tem vários cursos de formação tais como o I nível de fotografia da Ar.Co e o curso de ilustração científica da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. Do seu jovem percurso artístico constam várias exposições individuais e coletivas, e alguns prémios que comprovam a sua progressão e reconhecimento: Menção Honrosa Fine Papers - PRÉMIOS PAPIES 2011, com a gravura "O meu Império fica num país distante”; Menção Honrosa Fine Papers - PRÉMIOS PAPIES 2010, com a gravura "O Passeio das Almas"; Prémio “Raymon Menager”, pintura. 63ºSalon des Artistes du Hurepoix, Paris, 2009 ; Concurso de Pintura e Escultura Artur Bual (Amadora) - Menção Honrosa pela autoria da obra “God! Save America”, 2004; 1º Prémio de pintura “O homem e o Mar”, inserido nas comemorações do dia da Marinha no Comando Zona Marítima dos Açores, 1996. A sua obra está representada em diversos acervos e coleções privadas, tendo já um consistente grupo de seguidores do seu trabalho. O artista vive e trabalha em Lisboa.

 

Ler Mais Ver Obra completa.