[ X ]

Ainda não está registado?

Registe-se no novo site do CPS e termine mais rapidamente as suas encomendas, aceda à sua Coleção e, se já é Sócio, utilize as suas quotas! 

Registo

Login

Esqueci-me da password

Jorg Immendorff

S/ Título

Disponível

Técnica: Gravura

Suporte: Papel Zander

Dimensão da Mancha: 84 x 54 cm

Dimensão do Suporte: 100 x 70 cm

N.º de cores: 3

Data: 1991

Nº de Exemplares: 40

Ref: EX35207

PVP: €1800

Sócios: €1440 ou 50% dedutível em quotas

A gravura, S/  Título, de 1991, faz parte de uma das muitas instalações provocadoras do autor. Neste caso, do cenário do bar La Paloma no bairro mineiro e de alterne de Sankt Pauli em Hamburgo. Observamos uma excêntrica figura que foca descaradamente a clientela. 

 

Obra integrada na exposição “High Level” 

 

Jorg Immendorff

Outras obras disponíveis de Jorg Immendorff

Nasceu na Alemanha, em Bleckede, no ano de 1945. Estudou artes cénicas, foi discípulo de Beuys na Kunstakademie Düsseldorf, trabalhou como professor e educador artístico, tudo antes de se emancipar como artista e afirmar-se como umas das personalidades criativas mais reconhecidas da Alemanha Federal.

O seu trabalho artístico centra-se na temática do passado e presente alemão e no papel do criador na sociedade. Objectos, pessoas e a sua própria figura são tratados com tons provocatórios, cores vivas e chamativas.

Participou na Bienal de Veneza em 1972 e em 1976 inicia uma intensiva cooperação com o pintor A. R. Penck. Em 1977 começa a pintar a sua célebre série: “Café Deutschland”, título que alude a uma discoteca em Düsseldorf, frequentada por uma excitada clientela política e cultural que simboliza o conflito este-oeste.

Immendorff cria cenários para teatros e festivais como o de Salzburgo. Exerce a sua profissão de professor nos centros Staedelschule de Frankfurt e Kunstakademie Düsseldorf. 

À sua pintura associa-se um forte simbolismo na expressão das suas ideias políticas. Fez parte do movimento artístico alemão Neue Wilde (Novos Selvagens). A irreverência e a crítica social caracterizam o seu estilo. Foi um gravador ativo com cerca de 350 edições, trabalhando predominantemente a gravura em linóleo. Experimentou variantes de cor, criando obras únicas intervencionadas à mão. Recorrendo a um estilo irregular, agressivo e a uma escala monumental, ficou associado aos expressionistas alemães, tendo reavivado as técnicas de xilogravura e linoleogravura. 

Ler Mais
Ver Obra completa.