[ X ]

Ainda não está registado?

Registe-se no novo site do CPS e termine mais rapidamente as suas encomendas, aceda à sua Coleção e, se já é Sócio, utilize as suas quotas! 

Registo

Login

Esqueci-me da password

João Luis Carrilho da Graça

S/ Título

Disponível

Técnica: Serigrafia

Suporte: Papel Fabriano Tiep GF 290gr

Dimensão da Mancha: 28,5x37 cm

Dimensão do Suporte: 70x50 cm

N.º de cores: 2

Data: 2014

Nº de Exemplares: 115

Ref: S34720

PVP: €390

Sócios: €273

EDIÇÃO ESPECIAL CPS 30 ANOS

 

Membros da Ordem dos Arquitectos e Casa da Arquitectura: 20% de desconto s/ PVP

 

Veja também: Álbum «12 Serigrafias de Arquitect@s», uma iniciativa conjunta do CPS e da Ordem dos Arquitectos.

 

 

João Luis Carrilho da Graça

Outras obras disponíveis de João Luis Carrilho da Graça

Carrilho da Graça é arquiteto, licenciado pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa em 1977, ano em que iniciou a sua atividade profissional.

Assistente na Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa de 1977 a 1992.

Professor na Universidade Autónoma de Lisboa 2001 a 2010 e na Universidade de Évora desde 2005. Coordenador do Departamento de Arquitetura em ambas as instituições até 2010. Professor visitante da Escola Técnica Superior de Arquitetura da Universidade de Navarra em 2005, 2007 e 2010. Convidado para seminários e conferências em diversas universidades e instituições internacionais.

Ao conjunto da sua obra foram atribuídos diversos prémios, nomeadamente: o título de “Chevalier des Arts et des Lettres” pela República Francesa em 2010, o “Prémio Pessoa” em 2008, o Prémio da Bienal Internacional da Luz - Luzboa em 2004, a ordem de mérito da república portuguesa em 1999 e o prémio “AICA - Associação Internacional dos Críticos de Arte” em 1992.

Foi distinguido com “Piranesi Prix de Rome” em 2010 pela musealização da área arqueológica da Praça Nova do Castelo de São Jorge, o Prémio “Fad” em 1999 e o prémio “Valmor” em 1998 pelo Pavilhão do Conhecimento dos Mares - EXPO’98, o “Prémio Secil de Arquitectura” em 1994 pela Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa, e nomeado para o Prémio Europeu de Arquitectura “Mies van der Rohe” em 1990, 1992, 1994, 2009, 2010 e 2011, este ano pela ponte pedonal sobre a Ribeira da Carpinteira e pela musealização da área arqueológica da Praça Nova do Castelo de São Jorge.

Ler Mais Ver Obra completa.