[ X ]

Ainda não está registado?

Registe-se no novo site do CPS e termine mais rapidamente as suas encomendas, aceda à sua Coleção e, se já é Sócio, utilize as suas quotas! 

Registo

Login

Esqueci-me da password

Malangatana

Khanimambo Baka Ngwenya II

Esgotado

Técnica: Gravura

Suporte: Papel Fabriano Art GF 300g

Dimensão da Mancha: 68,5 x 99,5 cm

Dimensão do Suporte: 68,5 x 99,5 cm

Data: 2011

Nº de Exemplares: 50

Ref: G176B

» Preço de Lançamento válido até 30-04-2018

» Facilidades de pagamento para Sócios

 

Preço posterior: 

PVP: 1.250€  /  Sócios: 935€ (50% dedutível em quotas)

Todos os exemplares são certificados pelo CPS e pela Fundação Malangatana através da chancela que reproduz a assinatura do pintor


A edição da gravura "Khanimambo Baka Ngwenya II" foi aprovada e impressa ainda em vida do pintor Malangatana, mas por ele não assinada. Todos os exemplares foram autenticados com o selo branco do CPS, sendo a autorização da edição certificada pela aposição por parte da Fundação Malangatana, da chancela que reproduz a assinatura do pintor.

O CERTIFICADO DE AUTENTICIDADE é assinado e carimbado pelos Diretor do CPS, João Prates, e pelo Administrador da Fundação Malangatana e filho do pintor, Mutxhini Malangatana Ngwenya.

 

Em colaboração com:

 

Malangatana

Outras obras disponíveis de Malangatana

Nasceu em Moçambique, em 1936. Em 1958 frequenta o núcleo de arte, onde conhece o pintor Zé Júlio que o apoia. Em 1971 é Bolseiro da Gulbenkian em gravura e cerâmica, e contacta pela primeira vez com uma sociedade não moçambicana, não africana. Em 1973 volta à Europa; percorrendo vários países, visitando muitos ateliês, museus e galerias. Em 1980 regressa a Maputo e é nomeado diretor do Departamento de Artesanato, dispendendo grande atividade para apoio e desenvolvimento das cooperativas de artesãos de Maputo. Em 1985 passa a dedicar-se unicamente às Artes Plásticas. Em 1997 foi nomeado pela UNESCO Artist for Peace. Malangatana foi laureado com a Medalha Nachingwea pela sua contribuição para a cultura Moçambicana, e foi nomeado Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique. Faleceu em 2011.

 

Ler Mais Ver Obra completa.