[ X ]

Ainda não está registado?

Registe-se no novo site do CPS e termine mais rapidamente as suas encomendas, aceda à sua Coleção e, se já é Sócio, utilize as suas quotas! 

Registo

Login

Esqueci-me da password

 

LOGO DEPOIS DA VIGÍLIA

Gosto dos desenhos bravios, dos traços soltos, afirmados, carregados, tortos, mas determinados; ou então esfregados, porque hesitantes, nunca fingidos.

Gosto da pintura pura, borrada, sobreposta em camadas de pincéis, grada expressão com a consciência alhures.

Gosto, também, de desinências pandas, signos ou radicais pequenos engrandecidos pela idade recuada; ou das perspectivas truncadas da difícil infância, do ajeitar dos significados como quem puxa apenas uma fita larga que vem de trás da cabeça: o homem invisível, mas não o homem sem luz.

Gosto de geometrias rigorosas usadas para negar as certezas das adivinhas; dos grafos soltos que iludem a memória. Gosto de desenhos flechas e de pinturas grossas.

Gosto do lápis encaracolado que depois afirma a importância rápida, do papel rasgado colado no papel de cor; gosto das manchas tintadas (esgarçadas ou lisas) a aprontar contrastes, encostos, partes ritmadas, aguarelas muito inacabadas, contrapostas simples.

Gosto da complexidade dos desenhos únicos, das formas primeiras, mas juntas de modos novos; é provável a vulgaridade rebaptizada. Gosto da vida diferente que as bases marcadas mostram.

Reuni desenhos e pinturas que passaram a múltiplos, que distribuem por mais a frescura da possibilidade do sonho; mas sem acerto ou correcção, sem vigia; feitos com sinais que chegam logo depois da vigília.

Manuel Graça Dias, Nov. 2017

 

------

Manuel Graça Dias (Lisboa, 1953), Arquitecto (ESBAL,1977).

Professor Associado da FAUP, onde se doutorou, em 2009.

Mantém atelier em Lisboa, com Egas José Vieira, desde 1990.

Foi Director do Jornal Arquitectos e Presidente da SP/AICA, sendo

autor de vários livros, bem como programas de televisão e rádio,

de crítica e divulgação de temas de Arquitectura.

Em 1999 ganhou, com EJV, o Prémio AICA/MC (Arquitectura).

 

 

 Manuel João Vieira

 

 

Sofia Areal


 

 

 
 

 

 

 

 
 

 

 

 

 
   

 

 

......................................................................................................................................................................................................................................................

 

VEJA TAMBÉM: