[ X ]

Ainda não está registado?

Registe-se no novo site do CPS e termine mais rapidamente as suas encomendas, aceda à sua Coleção e, se já é Sócio, utilize as suas quotas! 

Registo

Login

Esqueci-me da password

Novas obras de Saskia Moro
para ver a partir de 11 de Junho
no CPS - CCB

Início: 11 / 06 / 2015

Fim: 19 / 07 / 2015

 

Na galeria do Centro Português de Serigrafia no Centro Cultural de Belém inaugura a 11 de Junho, pelas 18h, uma exposição de monotipos, provas únicas em gravura, de Saskia Moro. A exposição, que parte da temática do mar, tem como título um verso de Sophia de Mello Breyner Andresen, «Foi no Mar que Aprendi», cuja poesia teve uma grande influência que a artista assume neste conjunto.


Especializada em gravura, Saskia que nasceu em Londres em 1967, formou-se na Universidade Complutense de Madrid, tendo criado em 1989 o seu primeiro atelier de gravura. Bolseira da Fundação Pilar e Joan Miró, em 1991 participa na XXI Bienal Internacional de São Paulo no Brasil. Expõe individualmente desde 1995. Mostras de pintura, de gravura e de objetos, sob o signo do tempo e suas metáforas, a água e o silêncio. A sua obra está representada em diversos museus e instituições em Espanha, Holanda e Portugal, nomeadamente na Calcografia Nacional de Madrid, na Fundação Pilar e Joan Miró de Maiorca, na Fundação La Caja de Madrid e no Instituto Cervantes de Lisboa. Em 2002 recebe o Prémio José Luis Morales y Martín (X Premio Nacional de Grabado) atribuído pelo Museo del Grabado Contemporáneo, Marbella e em 2004 foi distinguida pela Associação Madrilena de Críticos de Arte, Melhor Artista de ‘Tentaciones’ no certame Estampa, Madrid.


"A natureza, a solidão e o silêncio que pautam os seus ritmos têm inspirado a artista que passou em 2003 por uma expressão geometrizante em jogos de luz com velaturas. Na atual exposição de monotipos sobre papel entelado, explora de um modo muito livre e uma vez mais, o espacialismo poético que tem vindo a tornar-se a marca do seu estilo. Contrastes suaves de cores que despertam ressonâncias dos vários elementos, transparências, associam-se nesta série, a um espaço marítimo. Paisagismo anímico, onírico e cósmico que a paixão da artista pela cor e a mestria no seu domínio plenamente revelam. Domínio da cor, da sua luz, dos seus fluidos e dos seus movimentos em palpitantes jorros de ouro emaranhados no subtil novelo dos azuis esmeralda, dos verdes submarinos, dos ocres, dos cinzas, dos vermelhos sangue e dos lilases que parecem brotar diretamente da intimidade das substâncias de uma natureza encantada.


Saskia Moro oferece-nos neste seu recente conjunto de trabalhos, imagens do mar e da luz, imbuídas de doçura e suavidade, a expressão de uma pureza cósmica inicial, verdadeira respiração da poesia."


Maria João Fernandes
A.I.C.A. Associação Internacional de Críticos de Arte

 

Exposição patente até 19 de Julho de 2015. Entrada livre.

 

Centro Português de Serigrafia no CCB
Centro Cultural de Belém, loja 7
Praça do Império 1449-003 Lisboa
Tel. 213 162 175   / Horário: todos os dias das 10h às 21h.

Siga o evento no Facebook